Consumo de alimentos saudáveis cresce e impulsiona mercado de franquias

Publicado em 05/07/2017 por Imprensa

Villa Roxa segue tendência e prevê crescimento de unidades, faturamento e linha de produtos

A tendência de se alimentar melhor, consumindo cada vez mais produtos saudáveis e naturais, é mundial. O relatório The Top 10 Consumer Trends for 2017, da Euromonitor, que analisa as tendências do mercado global, apurou que 79% dos entrevistados substituem produtos da alimentação convencional por opções mais saudáveis. No Brasil, o mercado também é promissor. Segundo o estudo Alimentação Saudável – Tendências 2016, realizado pela Mintel, fornecedora global de pesquisa de mercado, 76% dos brasileiros afirmam que buscam ter uma alimentação saudável.

Entre os fatores que impulsionaram a procura dos brasileiros por alimentação saudável, está a mudança de comportamento e a expectativa de vida, uma vez que a população está cada vez mais preocupada com a saúde do corpo, se prevenindo de doenças e curando-as através de alimentos. “Conforme a informação sobre benefícios de uma alimentação saudável foi crescendo e alcançando mais pessoas, elas passaram a entender que era possível prolongar a vida comendo corretamente. Isso impulsiona o mercado de alimentação saudável e força a adaptação de fast foods e outros modelos, por exemplo”, explica Jefferson Domingos, fundador da rede de alimentação saudável Villa Roxa.

O setor de alimentação tem notado o novo perfil de consumo da população brasileira. O Datafolha de 2016 apurou junto aos estabelecimentos gastronômicos do País os interesses dos clientes e 56% dos entrevistados observaram que a clientela estava mais interessada em consumir alimentos saudáveis, 53% constataram um aumento na procura por frutas e mais de 60% afirmaram que o consumo de verduras, legumes e sucos naturais têm crescido.

O Franchising também cresce com a nova tendência. Alimentação é o segmento mais representativo e tradicional desse negócio e agora ganha um impulso. Em 2015, o segmento de alimentação saudável foi o que mais cresceu, 20%, em plena crise financeira. Além disso, muitas franqueadoras de alimentação passaram a se adaptar à tendência para crescerem junto.

É dentro desse segmento que o Villa Roxa vem se destacando. A empresa surgiu em 2008 com a proposta de vender açaí, opção saudável e natural, e a ideia de complementar a linha de produtos e se especializar em alimentação saudável foi surgindo conforme a tendência. Em 2016, a empresa faturou 20 milhões,  fechou o ano com 31 unidades, e ampliou o mix de produtos, com açaí, sanduíches naturais, saladas, vitaminas, smoothies e sucos funcionais. Para 2017, a previsão é de terminar o ano com 48 unidades e faturamento de 28 milhões.

“Temos um plano de, não só oferecer uma boa diversidade de produtos, como facilitar a vida do cliente que procura se alimentar bem, com acesso, agilidade e principalmente custo-benefício”, conta Domingos. O Villa Roxa é a única franquia do Brasil que possui fábrica própria, onde todo o processo de produção é feito, desde a despolpa até a entrega do produto final. São duas fábricas, na cidade de Santana, no Amapá e em Cambuí, Minas Gerais. Com isso, a franqueadora consegue garantir o mesmo nível de qualidade do produto durante todo o ano. Além disso, a empresa também não sofre com a entressafra do fruto, oferecendo o produto com o mesmo preço em qualquer estação, garantindo a margem de lucro do franqueado, e a satisfação dos clientes.

Até o final de 2017, o Villa Roxa terá novas linhas de produtos saudáveis, além de um novo formato de comercialização. As novidades devem chegar junto às inaugurações de lojas, no segundo semestre. “O foco agora é entrar com tudo nesse mercado saudável e, para isso, estamos chegando na maior cidade do País” revela Jefferson. A rede deve abrir 8 novas unidades em São Paulo até dezembro deste ano.

Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Palavras-chaves: Franquias, Franquias de alimentação , Alimentação Saudável , Franquias de fast-food, Açaí Villa Roxa