Como lidar com os custos de treinamentos nas franquias?

Publicado em 27/08/2015 por Rosana Fernandes

A experiência, o histórico e renome junto ao mercado, o know how e o treinamento são alguns dos maiores atrativos para novos franqueados, afinal, começar um novo negócio recebendo apoio e suporte são grandes vantagens competitivas.


Esta ajuda, fornecida pelo franqueador, permite que o novo empresário conheça melhor o mercado e as operações de seu negócio, sem precisar cometer os erros comuns praticados por iniciantes e por donos de empresas independentes.


Os detalhes e ajustes da fase de treinamento
No sistema de franquias, apesar da força da marca e do treinamento diferenciado, é preciso entender que nem toda a responsabilidade desta etapa será garantida pelo franqueador.
O franqueado, além de receber as informações e os curso, poderá ter responsabilidades a assumir neste processo. Como por exemplo: os custos de deslocamento e com materiais complementares relacionados a esta capacitação.


Custos com materiais
Na maioria dos casos, as despesas com materiais durante a fase de treinamento estão inclusas no valor da taxa de franquia, no entanto, é sempre bom confirmar esta informação com o franqueado para não ter surpresas.


Custos com deslocamento
Apesar do material e dos cursos estarem inclusos, na maioria das vezes, na taxa de franquia, há outras despesas que não costumam ser cobertas pela taxa de franquia nem pelo franqueador.
Os custos com deslocamento, até o local do treinamento, com despesas como passagem, hospedagem e alimentação, normalmente devem ser cobertos pelo franqueado, por isto, fique atento à necessidade de economizar recursos para isto, especialmente quando o treinamento for oferecido em outra cidade mais distante da sua de origem.


Soluções alternativas para os custos com treinamentos
Em muitos casos os franqueados entram em confronto com os franqueadores por conta destas despesas em decorrência do treinamento, já que esta capacitação não se restringe apenas ao momento de abertura do negócio, mas também se estende durante toda a operação da franquia.


As reuniões, cursos de formação e atualização podem ser feitos com maior frequência para garantir a manutenção da operação das franquias, o que por outro lado causaria também um aumento nas despesas do franqueado.


Enfrentando este dilema, algumas das alternativas possíveis para minimizar estes confrontos entre franqueador e franqueado e para ajudar no corte de custos, muitas redes passam a optar por soluções como:
• Vídeo conferências
• Treinamento e-learning
• Sistema de treinamento oferecido em intranet


Modelo de solução Franquias Prepara Cursos
A rede de franquias paulista Prepara Cursos possuía a necessidade de treinamentos a cada 15 dias com seus franqueados, mas os custos com o deslocamento e outras despesas vinham pesando sobre o bolso deles.


Como o franqueador não poderia abrir mão da formação regular, nem tinha possibilidade de assumir estas despesas, passou a investir em formações por vídeo conferência.


Sem descentralizar os treinamentos, para não perder a qualidade e o controle, esta modificação permitiu uma redução de pelo menos 40% nos gastos, além de facilitar a expansão da rede por todo o Brasil, inclusive alcançando cidades do interior.


Atenção à eficiência da plataforma
Para que o treinamento à distância seja realmente proveitoso, é preciso estar atento à eficiência e usabilidade da ferramenta, para que assim, não se perca muito tempo tendo que explicar seu funcionamento nem realizando ajustes a cada momento.


Outros cuidados que devem ser tomados durante a preparação para este processo estão relacionados à velocidade da banda larga, qualidade dos equipamentos básicos, como câmeras, microfones e limites de participantes por sessão.


Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito

Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Palavras-chaves: Franquias, Gestão de franquias, Prepara Cursos, Relação franqueador e franqueado