Animal Place: bom momento do mercado Pet exige inovação e soluções criativas

Publicado em 19/08/2016 por Imprensa

A rede de franquias Animal Place aproveita este avanço positivo para expandir

O segmento pet resiste à crise. O Brasil ostenta a segunda posição no mercado pet global, ficando atrás apenas dos Estados Unidos. Segundo a Associação Brasileira de Indústria de Produtos para Animais de Estimação (Abinpet) o setor, que movimentou cerca de R$ 18 bilhões de reais e teve crescimento de 10% em 2015, pretende continuar crescendo este ano, atingindo faturamento de R$ 19,5 bilhões, um aumento de 6,7%.


Oferecer a integração de serviços de hospital, veterinário, centro estético, hotel e loja com soluções criativas e atraentes para os clientes é o foco da Animal Place. A rede de franquias oferece um serviço diferenciado não só para pets, como também para seus donos. O atendimento cordial e simpático faz com que os clientes se sintam à vontade. Enquanto o animal está no banho ou tosa, por exemplo, seu dono pode aguardar confortavelmente nos espaços desenvolvidos para ele ou observar seu pet durante os procedimentos, que acontecem em uma sala com visibilidade total, onde o dono pode acompanhar todo o serviço, sem pressa. Além disso, a rede disponibiliza um espaço exclusivo para felinos e filhotes, em que os profissionais têm controle de ruídos e stress e baixo risco de contaminação.


O negócio começou pequeno, em 1997, como um pet shop no bairro Parque São Domingos, na Zona Oeste de São Paulo. Em 2014 o veterinário e diretor da rede, Jorge Morais, juntamente com a visão administrativa e especialização em gestão de franquias da esposa Elaine Morais, resolveu expandir os negócios. “Há quase 20 anos, de maneira geral, a procura era apenas por serviços veterinários”, explica o executivo. “O crescimento começou de forma gradativa, atendendo a demanda dos clientes. Após anos de exterpetise, em conjunto com a visão estratégica da Elaine, decidimos expandir através do franchising, oferecendo serviços e produtos de maneira integrada e transformando o que era antes apenas um ambiente médico em um espaço diferenciado não só para os pets, como também para seus donos”, complementa.


Em 2014, após o reconhecimento dos serviços, atendimento diferenciado e pela variedade de produtos, que atinge cerca de 10 mil itens, a rede que já conta com três unidades na capital Paulista, pretende disseminar o conceito para os demais estados do país, chegando a 20 lojas até o final de 2020. “Hoje o animal de estimação faz parte da família e existem estudos que comprovam que eles estão em quase 45% dos domicílios do país. Outro ponto positivo do setor é a abrangência de atuação”, comenta Elaine.


Apesar de ser um mercado promissor, a executiva, no entanto, diz que o melhor é ter cautela na hora de investir em algo, já que há muitos curiosos entusiasmados e oportunistas interessados nesse aumento do número de animais de estimação e conseqüentemente oportunidade de negócios. “O ideal é fazer uma pesquisa antes de investir em qualquer negócio com foco nos pets. Há os que se aproveitam da ‘febre’ deste mercado para abrir negócio sem nenhum preparo ou conhecimento. Nosso modelo foi construído e estruturado ao longo de quase 20 anos e, por ser baseado no franchising, permite que o empreendedor invista em um negócio alinhado com a proposta de valor”, finaliza Elaine.


Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito

Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Palavras-chaves: Franquias de serviços , Franquias , Franquias de pets , franquia de petshop , Animal Place