Acqio está entre as 50 maiores rede do país, segundo levantamento da ABF

Publicado em 13/01/2018 por Imprensa

Rede especializada em pagamentos eletrônicos alcança 21ª ascendendo 15 posições em relação ao ano anterior

A Acqio, rede de franquia especializada em pagamentos eletrônicos via POS, acaba de ser anunciada oficialmente na 21º posição da lista da Associação Brasileira de Franchising (ABF), que revelou o Perfil das 50 maiores Marcas de Franquia do Brasil, por unidades. O estudo foi realizado com base nos 1.100 associados da ABF.  

Dados preliminares apontaram que a receita do setor de franchising em 2017 deverá crescer 8%, em comparação com 2016, saltando de R$ 151,2 bilhões para cerca de R$ 163 bilhões. A intenção para 2018 é ampliar o faturamento entre 9% e 10%. Em relação ao número de unidades, a previsão é que tenha havido expansão de 2% no último ano, superando 145 mil pontos de venda. 

Durante a apresentação do estudo, os levantamentos apontaram a expansão das redes que atuam home based que passou de 6% para 9% - as lojas físicas predominam com 91% - como é o caso da Acqio que atua exclusivamente através desse modelo de negócio (home based) e teve um crescimento acelerado na conquista de novas unidades, já que em 2017 a rede superou as expectativas e inaugurou 260 unidades, fechando o ano com o total de 672 pontos em funcionamento. 

A Acqio foi a rede que mais cresceu de um ano para outro com ascensão de 15 posições. No ano passado ela havia conquistado a 36ª posição. 

“Essa conquista para marca representa o reconhecimento de que estamos no caminho certo ao escolher um segmento de alto e rápido crescimento; entendimento das demandas dos lojistas quanto a produtos; serviços e atendimento diferenciado, aliado a uma mudança no perfil empreendedor da nova geração”, diz Carlos Rollo, diretor de Marketing.

Entre os fatores que mais contribuem para o rápido crescimento da rede é possível destacar: franquia de baixo custo, excelente treinamento, rápida implantação e retorno do investimento; Rede focada em necessidades do mercado, entre elas um excelente atendimento ao lojista; Empresa 100% brasileira com diretoria formada por profissionais com larga experiência neste segmento oriundos de empresas como Google, Microsoft e Rede, além de especialistas em estruturação de franchising; Segmento de mercado que cresceu em média 10% acima do PIB nos últimos 3 anos; Mercado que deve continuar crescendo acima do PIB devido a um alto potencial de crescimento da bancarização do brasileiro e também ao aumento constante do gasto com cartões no consumo das famílias, representando hoje apenas 28,5%; 95% de quem tem cartão usa todo mês e 83% das compras na internet são feitas com cartão de crédito.

O diretor salienta ainda que o valor dos benefícios gerados ao consumidor por meio dos programas de recompensa cresceu 85% em 3 anos. Crescimento de 413% nos últimos 10 anos no total da carteira de crédito PF (Bacen). Escolha de parceiros multinacionais grandes e estratégicos tais como Global Payments e Verifone; Investimentos constantes em novas soluções tais como Mobile Payment, Carteiras Digitais, Plataformas de Pagamentos on-line, Cartões Virtuais, Soluções de Autenticação, Internet das coisas, Big Data, Biometria. Além de tudo isso, cerca de 52% de pessoas da nova geração preferem ser empreendedores, contra 36% de funcionários públicos e 12% que preferem trabalhar com carteira assinada.

A Acqio surgiu em 2015 em meio ao boom da crise econômica. Porém, vem sobrevivendo às instabilidades em razão do produto que oferece ao consumidor final.  

“Por se tratar de um produto que permanece em constante evolução (o de maquininhas de cartão de crédito e débito), as empresas PME e os profissionais liberais têm a necessidade de disponibilizar a opção de pagamento via cartão de crédito à vista ou parcelado em até 12 vezes. E a Acqio conta com um excelente produto direcionado a esse público”, ressalta Rollo. 

Se nos dois últimos anos a Acqio alcançou excelentes resultados, 2018 deverá ser de muita superação, já que a projeção é que a rede triplique o número de franquias, cresça três dígitos em seu faturamento, e quintuplique a venda de maquinetas.

“Temos duas fortes vertentes a nosso favor. Com a retomada da economia, as pessoas estão voltando a consumir não apenas o básico, mas produtos e/ou serviços que sempre gostaram, mas que deixaram de usufruir na época da crise. Além disso, o comportamento diante dessas compras mudou, hoje em dia, todo mundo quer pagar no cartão. A demanda é grande e estamos aqui para suprir essa necessidade”, falou Rollo. 

Baixo valor de investimento

Rollo pontua que para quem não dispõe de muito capital e quer investir em um negócio próprio a Acqio chama muito atenção devido o baixo valor de investimento e a facilidade para gestão. Considerada com uma nanofranquia e por atuar home office, os custos são barateados com investimento inicial de R$ 7.490,00 (taxa de franquia R$ 6.490,00 + capital de giro R$ 1 mil), dividido em até 12 vezes no cartão, com lucro médio de R$ 4.000,00 e retorno obtido entre 4 a 12 meses, conforme o desempenho do franqueado. 

Novos investimentos

E para que a Acqio permaneça na lista das 50 maiores da ABF e continue fazendo bonito no mercado de franchising, a empresa acredita que investimentos e inovações serão grandes diferenciais - principalmente para manter o negócio atualizado e assim permanecer conquistando tanto o possível empreendedor, quanto o cliente final.  

Vamos oferecer novas modalidades de negócio para atingirmos todos os tipos de empreendedores do Brasil. Além disso, estamos finalizando a aceitação das principais bandeiras a serem aceitas pelas maquininhas. Quanto maior o leque de opções, maior o número de abrangência da marca”, disse o diretor.  

Este ano a marca continuará investindo na divulgação e fortalecimento do nome pelo Brasil através de ações de marketing. Para isso, a Acqio estará presente em feiras e eventos do segmento como a Feira do Empreendedor - Sebrae SP, em abril e ABF Franchising Expo 2018, em junho. 

A rede conta ainda com dois níveis de franqueados: O que trabalha no conceito home based, que diariamente está no mercado prospectando e ativando lojistas, e o Desenvolvedor de Área (FDA), que faz uma gestão mais próxima do dia a dia destes franqueados, quanto a treinamento, dúvidas e análise de novas oportunidades. 

“Além disso, temos uma equipe própria de gestores comerciais que auxiliam e monitoram metas com esses FDAs e uma central de atendimento também própria focada em resolver as demandas oriundas da base”, conclui o diretor sobre os detalhes da gestão da Acqio.

Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Palavras-chaves: Franquias de serviços, Franquias, Acqio Franchising