A Pet South e o mercado de pet no Brasil

Publicado em 29/10/2014 por Luiz Marcondes | Ultima Atualização em 05/12/2014

Alimentação gourmet e cerveja para cachorros estão entre destaques da feira

A 13º edição da Pet South America acontece entre os dias 28 a 30 de outubro no Expo Center Norte, em São Paulo. A feira traz tendências e lançamentos do setor pet e veterinário e é voltada para profissionais e empreendedores desse universo. Cerca de 400 marcas vão disputar a atenção de mais de 20 mil visitantes.  


Os artigos expostos incluem produtos de higiene, material cirúrgico, guloseimas, roupas, bijuterias e até inovações, como alimentos naturais do tipo "gourmet".


Uma cerveja boa pra cachorro


Dentre os "mimos"para pets presentes nesta edição da Pet South, podemos destacar a Dog Beer, feita de malte e carne, sem álcool. Ela é fabricada com a ajuda do Centro de Tecnologia de Alimentos e Bebidas do Senai do Rio de Janeiro, o único que forma mestres cervejeiros em toda a América Latina. 


E os donos podem ficar tranquilos, pois o CO2 não é adicionado à Dog Beer para que não haja a fermentação do produto, nem álcool. Em vez disso, é acrescentado extrato de carne na receita, o que resulta em um sabor delicioso para os cães. Sem bebedeira. 


Dimensões do mercado 


Segundo informações da Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação (Abinpet), o Brasil ocupa a 2º posição no mercado mundial de pet. Só perde para os EUA. 


O ano de 2013 registrou um crescimento recorde do setor e analistas preveem faturamento ainda maior até o fim de 2014, com previsão de aumento de 9,2% em relação a 2013.O lucro estimado para este ano no país é de R$ 16,63 bilhões. Desse universo, 34% estão concentrados em pet care (equipamentos, acessórios e produtos para higiene e beleza), serviços e medicamentos e 66% fazem parte da categoria pet food (rações e outros alimentos, como guloseimas). 


O Brasil é o quarto maior país do mundo em população total de animais de estimação e a segunda em cães e gatos. 


Para todos os gostos e todos os bolsos


Nesse contexto, vale a pena investir numa franquia pet, lembrando que, assim como ocorre em qualquer franquia, as pets também já possuem um padrão de operações estabelecido e o franqueado conta com a orientação da franqueadora. 


Algumas franquias pet que merecem destaque incluem a Alvorada Pet Shop, que se tornou franqueadora no ano 2000 e que oferece cuidados para todos os animais de estimação, de aves a roedores. 


O investimento inicial é de cerca de R$ 50 mil reais. O faturamento médio mensal é de aproximadamente R$ 20 mil reais. A recuperação do capital investido no negócio pode ocorrer em até 8 meses. 


Já a franquia The Pet From Ipanema foi criada em 1965, no Rio de Janeiro, e trabalha com o conceito de boutique para animais de estimação. Seu público tem alto poder aquisitivo. 


O investimento inicial dessa franquia é de R$ 50 mil reais. Rendimento médio mensal estimado: R$ 60 mil. E o dinheiro investido pode ser recuperado em cerca de um ano. 


Clique aqui para receber mais informações: http://www.mapadasfranquias.com.br/registro/newsletter

Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Palavras-chaves: Franquias, Franquias de pets, Pet South, Alvorada PetShop, The Pet From Ipanema