A Copa do Mundo agita o setor de franquias esportivas no Brasil

Publicado em 16/06/2014 por Bruna Santos de Souza | Ultima Atualização em 05/12/2014

A rede Torcedor Esporte Clube espera dobrar o faturamento este ano.

Com a Copa do Mundo do Brasil e com as Olimpíadas do Rio de Janeiro chegando o setor de franquias esportivas cresceu. Segundo pesquisa da consultoria Rizzo Franchise só em 2013 o faturamento das franquias foi de 6,7%, ou seja, atingiu o patamar de R$ 325 bilhões. Com o aumento da receita no ano passado as lojas do setor se preparam para aumentar a comercialização de produtos ligados ao futebol e esportes em geral a partir deste ano.  


A rede Torcedor Esporte Clube atualmente possui quatro lojas com a marca, sendo uma matriz em Minas Gerais, e três franquias. Dentre os produtos, a Torcedor Esporte Clube tem as tradicionais camisetas de clubes, além dos produtos oficiais da Seleção Brasileira. Yan Lopes, empresário da marca, nos contou que espera aumentar a renda das lojas em 50%, durante a Copa do Mundo, nos meses de junho e julho. No ano passado, neste mesmo período, com apenas dois estabelecimentos o faturamento atingiu R$ 130 mil. 


Entre os produtos mais vendidos, Lopes contou que no momento os artigos com mais saídas são “as camisas, desde as oficiais até as licenciadas, mas também estamos vendendo muito bem bandeiras da Seleção e os bonecos do Fuleco (mascote da copa)”. 


Yan explicou que a rede está se preparando desde o início do ano para a Copa do Mundo. Ele falou que com antecedência adquiriram produtos oficiais e licenciados pela Confederação Brasileira (CBF) e pela Fifa. “Sabemos que em cima da hora tudo é mais difícil e acaba faltando, então desde o principio de 2014 programamos nossas compras pra não perder vendas. Desde o começo do mês as lojas estão com vitrines montadas especialmente para Copa, totalmente decoradas nas cores verdes e amarelas. Os vendedores têm uniformes especiais também nas cores do Brasil”, enfatizou.


O setor de franquias esportivas espera que os lucros sigam crescendo até 2016. De acordo com dados da Associação Brasileira da Indústria do Esporte (Abriesp), os Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016 devem resultar, para a indústria brasileira de artigos esportivos, aumento de 5% no ano da competição e isso será um reflexo importante no comércio.


Ainda conforme os dados da Abriesp, atualmente o Brasil possui cerca de sete mil lojas especializadas, sendo que outras 14 mil vendem produtos desportivos. Boa parte dos produtos comercializados no setor são os pares de tênis (cerca de 85 milhões vendidos por ano) e bolas de futebol (13 milhões). 

Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Palavras-chaves: Franquias , Franquias de esporte , Torcedor Esporte Clube