Sua empresa é franqueável?

Publicado em 30/05/2014 por Adriana Vizzone | Ultima Atualização em 02/06/2014

Vamos supor que você decidiu expandir seu negócio, que está indo bem, e resolveu considerar o sistema de franchising como uma das opções (sim, há outras). O primeiro passo é saber se seu negócio tem perfil para virar franquia.


Uma franquia se estabelece a partir da relação legal e comercial entre o dono de uma marca e um indivíduo ou grupo que utiliza essa marca no seu negócio. Negócios que operam sob o formato de franquia disponibilizam uma porção de serviços de suporte e assistência para quem comprar os direitos de usar a marca. E isso é o que importa ao franqueado. Para saber se você tem condições de disponibilizar tal suporte, considere os seguintes pontos:


- Para ter sucesso seu negócio precisa dispor de um produto ou serviço que desperte interesse de possíveis empresários. Você vai precisar convencê-los a comprar uma franquia da sua marca. Muita gente decide franquear após receber propostas de interessados em comprar a franquia, mas só isso não basta...


- O conceito do seu negócio deve ser fácil de ser repassado e ensinado. Se sua empresa é dependente de um conhecimento que só você possui será muito difícil torná-la franquia. As franquias de sucesso possuem manuais detalhados que descrevem os procedimentos de cada aspecto e etapa do negócio. Elas também possuem programas de treinamento para quem vai operar a franquia, gerenciá-la e para os funcionários. Muitas franquias de serviço não funcionam por conta disso. Depender de um tipo de profissional difícil de encontrar no mercado trará um problema para o franqueado, não uma solução.


- Seu negócio precisa ser replicável. Isso quer dizer que independente da cidade o franqueado terá sucesso. Negócios muito regionais não funcionam. Certifique-se de que é possível sistematizar e formalizar suas operações. Isso te dará a certeza que seu processo pode ser replicado por outras pessoas.


- Você deve estar preparado legalmente para expandir. Muitos empresãrios não conhecem as regras que regulamentam o setor em que atuam. Ao criar a franquia sem os procedimentos corretos a conta será cara em caso de fiscalização. Além disso, trabalhar sob o sistema de franquia envolve acordos com os franqueados para manter o negócio nos trilhos. A definição das áreas de atuação é uma delas.

MATÉRIAS RELACIONADAS