Localização inadequada é a maior causa de mortalidade das franquias

Publicado em 14/07/2017 por Pedro Almeida

Por Pedro Almeida, diretor da Franchise Solutions

É comum ver, em centros comerciais e shopping centers, a proliferação das franquias. Mas será que todas essas tiveram seus pontos estudados antes de serem inauguradas? Nem todas. Muitas estão exatamente onde não deveriam estar e essa é a principal causa de mortalidade das franquias, revela o recente estudo realizado pela Franchise Solutions, empresa de consultoria especializada em franquias, que destaca os cinco principais erros na hora de empreender no segmento do franchising.

“Existem negócios que são de passagem e outros que são de destino e a principal diferença entre eles é que, os de ‘passagem’ precisam ser instalados em locais com grande fluxo de pessoas ou de carros, já os de ‘destino’ não necessitam disso, porém precisam ter facilidade de acesso, como por exemplo, transporte público nas proximidades ou estacionamento exclusivo e/ou vinculado a convênio”, explica Pedro Almeida, diretor da Franchise Solutions.

O segundo item da pesquisa, mas não menos importante, é o capital de giro, ou melhor, a falta dele. Atualmente há mais facilidade de se conseguir, principalmente pela grande oferta de linhas de crédito por parte de bancos públicos e privados, o que diminui a mortalidade de negócios por conta disto e, mesmo assim, é o segundo colocado no ranking de erros que mais fazem a franquia fechar.

A terceira causa do insucesso é o treinamento insuficiente ou a falta dele. “O problema maior não é abrir uma franquia em um local distante da franqueadora, mas sim a franqueadora não ter uma equipe para suprir a demanda por treinamento para seus franqueados”, ressalta Almeida. “Essa é uma das principais razões que alguns franqueados apontam para o fechamento de sua unidade e, por isso, torna-se imprescindível que o interessado na franquia converse com outros franqueados da marca antes”, completa.

Os últimos problemas apontados pelo estudo foram a concorrência desleal e a sazonalidade. “Principalmente durante uma recessão econômica, erroneamente alguns empresários diminuem drasticamente o preço de produtos e serviços, prejudicando, inclusive, o próprio fluxo de caixa”, comenta Almeida. Sobre a sazonalidade, o executivo esclarece que todos os negócios possuem uma, em maior ou menor escala, e afirma a importância do empresário perceber qual é o momento dela dentro da franquia. “Com essa informação em mãos, é possível planejar e criar estratégias inteligentes para diminuir o impacto na vida financeira da empresa”, finaliza.

Clique aqui e cadastre-se para receber informações exclusivas. É gratuito!

Palavras-chaves: Geomarketing para franquias, Gestão de franquias


MATÉRIAS POR Pedro Almeida